VOCÊ BEM-INFORMADO SEMPRE!

20.9 C
Campina Grande

VOCÊ BEM-INFORMADO SEMPRE!

Romero anuncia aumento de 40% no salário de profissionais que trabalham no combate ao coronavírus em CG

O prefeito Romero Rodrigues decidiu implantar um reajuste de 40% nos salários dos profissionais de saúde de Campina Grande que estão trabalhando diretamente com casos de coronavírus na cidade. A decisão foi informada ao Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho e Ministério Público da Paraíba pelo secretário de saúde, Felipe Reul, em reunião por videoconferência que aconteceu nessa terça-feira, feriado nacional, Dia de Tiradentes.

“É o mínimo que o Município pode fazer para compensar, do ponto de vista financeiro, aos que têm se dedicado de forma integral a uma missão extremamente arriscada e fundamental para a saúde e a vida das pessoas em Campina Grande”, disse o prefeito.

“É uma forma de valorizar e incentivar esses profissionais que estão na linha de frente salvando vidas”, disse Felipe Reul.

Quem se afastar por questões de saúde vai ter contrato mantido

O Secretário também informou para os representantes do Ministério Público a decisão de que, mesmo que os trabalhadores venham a ser afastados por motivo de Saúde, seus contratos serão mantidos e seus salários serão pagos, inclusive nos casos dos servidores que recebem por regime de plantão.

Convocação

A convocação dos profissionais aprovados no processo seletivo do município já começam a partir dessa quarta-feira (22). Ao todo, foram classificadas 1.118 pessoas, entre médicos, enfermeiros, técnicos, farmacêuticos, psicólogos, auxiliares de serviços gerais, condutores socorristas, fisioterapeutas, maqueiros, assistentes sociais e recepcionistas.

Outra medida, anunciada pelo secretário após a reunião foi a compra de plantões de profissionais que trabalham em Campina Grande e em municípios que têm número alto de infectados pelo coronavírus. “Vamos pagar para que eles fiquem exclusivos para Campina Grande, a fim de evitar que possam ser infectados em outros municípios e trazer o vírus para cá”, explicou.

Na reunião, os promotores e procuradores Adriana Amorim, Acácia Suassuna, Raulino Maracajá e Marcela Asfora também conversaram com os diretores do Hospital Municipal Pedro I, das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), do Hospital da Criança e do Adolescente (HCA) e do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea). Eles fizeram um relato detalhado de todo o estoque de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), a situação de escalas de profissionais e o protocolo de atendimento de cada unidade.

Últimas Notícias

Polícia Civil autua suspeito de agredir duas mulheres no Parque do Povo, em Campina Grande

Um caso de agressão contra duas mulheres no Parque do Povo, em Campina Grande, local onde acontece as festas de São João da cidade,...

Governo estuda rever programas sociais e previdência militar para conter gastos

Em discussão interna na equipe econômica, a “ampla, geral e irrestrita” revisão de gastos públicos deve ser analisada posteriormente pelo presidente Luiz Inácio Lula...
spot_img
spot_img
spot_img
Campina Grande
nuvens dispersas
20.9 ° C
20.9 °
20.9 °
100 %
4.1kmh
40 %
sex
24 °
sáb
26 °
dom
23 °
seg
26 °
ter
19 °