VOCÊ BEM-INFORMADO SEMPRE!

22.9 C
Campina Grande

VOCÊ BEM-INFORMADO SEMPRE!

Alarde sobre falta de água estaria impedindo instalação de empresas em CG, diz Aesa

O presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), Porfírio Loureiro, disse nesta sexta-feira (1), em entrevista à Rádio Campina FM, que um alarde que ele julga desnecessário, sobre a possibilidade de falta de água, estaria inviabilizando a instalação de novas empresas em Campina Grande. O técnico garantiu que há segurança hídrica para a Rainha da Borborema e região, mas que uma espécie de “contra-informação” do jogo político que estaria causando preocupação em eventuais investidores.

De acordo com o presidente da Aesa, está completamente descartada a possibilidade de racionamento de água com a atual capacidade, pouco mais de 18%, e as possibilidades de recarga a partir da transposição. “Isso não existe mais para o açude de Boqueirão, que abastece Campina Grande. Retiramos algo em torno de seis milhões de metros cúbicos por mês, 3,2 milhões para abastecimento das cidades e 2,8 milhões de evaporação. Se eu iniciar o racionamento, digamos que eu economize 500 mil metros cúbicos por mês, mas vou continuar com 2,8 bilhões de evaporação… Eu não estou entendendo qual é o sentido desse alarde não”, disse.

Ele contou que empresas estariam receosas de se instalar em Campina Grande diante do que chamou de jogo político. “Eu fiz uma palestra na FIEP e expliquei toda a situação atual. Nós temos uma garantia hídrica para a região de Campina Grande. Não vejo qual é o sentido. Lá na FIEP foi me dito por muitos empresários que várias empresas não vieram ainda para Campina Grande por causa dessa contra informação sem sentido. Tem o jogo político e a gente entende, então cada um faz sua parte. A Aesa está fazendo a parte que nos cabe que é fazer a gestão dos recursos hídricos. E fazemos com esmero e com qualidade”, disparou.

Tovar justifica audiência pública para plano emergencial

O deputado estadual Tovar Correio Lima em parceria com o colega parlamentar Moacir Rodrigues estão propondo para os próximos dias uma audiência pública em Campina Grande para discutir a atual situação hídrica de Boqueirão. Segundo ele, isso nasce de uma demanda da população e não de jogo político. “Estamos buscando tirar dúvidas da população que sofreu por meses com o racionamento e assim garantir a certeza hídrica que vai atrair novas empresas, o que o governo que Porfírio representa não fez ao longo dos últimos oito anos”, disse, reiterando respeito ao conhecimento do técnico, mas lembrando da necessidade de uma discussão que deixe a população bem informada.   

Últimas Notícias

Polícia Civil autua suspeito de agredir duas mulheres no Parque do Povo, em Campina Grande

Um caso de agressão contra duas mulheres no Parque do Povo, em Campina Grande, local onde acontece as festas de São João da cidade,...

Governo estuda rever programas sociais e previdência militar para conter gastos

Em discussão interna na equipe econômica, a “ampla, geral e irrestrita” revisão de gastos públicos deve ser analisada posteriormente pelo presidente Luiz Inácio Lula...
spot_img
spot_img
spot_img
Campina Grande
nuvens quebradas
22.9 ° C
22.9 °
22.9 °
88 %
2.6kmh
75 %
sex
24 °
sáb
27 °
dom
22 °
seg
27 °
ter
19 °