VOCÊ BEM-INFORMADO SEMPRE!

20.9 C
Campina Grande

VOCÊ BEM-INFORMADO SEMPRE!

Presidente da CMCG garante que haverá comissão de ética para Renan, mas pede cautela para evitar “inquisição”

A presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereadora Ivonete Ludgério (PSD), garantiu que o legislativo campinense vai instaurar uma comissão de ética para analisar o caso do também vereador Renan Maracajá (PSDC), preso no âmbito da segunda fase da Operação Famintos. Porém, ela não garantiu uma data para que isso aconteça e prometeu combater uma “inquisição” ao colega parlamentar, que segundo ela está sendo investigado por algo que não tem nada a ver com a casa legislativa.

A Operação Famintos, desencadeada pelo Ministério Público Federal, Controladoria Geral da União e Polícia Federal, investiga desvios de verbas públicas, que seriam para a merenda de Campina Grande, através de licitações fraudulentas. O vereador seria um dos cabeças do núcleo empresarial do esquema criminoso que desviou mais de R$2,3 milhões desde 2013.

A cobrança por uma comissão de ética foi feita pelo vereador Galego do Leite (Podemos) esta semana durante sessão na CMCG. Nessa quarta-feira (4), durante evento do Sindicato dos Prestadores de Serviço de Campina Grande, a vereadora falou sobre o assunto. “Eu não quero criar uma comissão de ética com uma finalidade só. Quando se cria uma comissão de ética para uma finalidade, não é uma comissão de ética é uma inquisição. Eu acho que vocês (jornalistas) estão me entendendo. Então essa comissão de ética já é um pensamento meu, assim como foi o concurso. Demorou, mas chegou. Essa comissão de ética também vai ser criada. A situação que o vereador Renan está passando nada tem haver com a Câmara Municipal. Renan está respondendo a uma investigação por conta do Renan empresário. Não houve nenhum tipo de problema na Câmara. Então nós vamos aguardar. O vereador está de licença, porque ele não poderia deixar de tirar uma licença sem comparecer as sessões. Se nesses quinze dias ele não for liberado, ele vai renovar essa licença. E aí é uma decisão dele quantos dias ele precisa”, disse.

Ivonete ainda garantiu que vai instaurar a comissão de ética, mas não com uma finalidade inquisitorial. “Eu não sei nem quem foi o vereador porque ontem eu estava em João Pessoa. Eu digo a ele que nós não vamos instalar inquisição. Inquisição é dos séculos passados. Há muito tempo não existe inquisição no Brasil e nem fogueira. Nós temos essa questão de instalar uma comissão de ética e uma ouvidoria na Câmara”, pontuou.

Últimas Notícias

Polícia Civil autua suspeito de agredir duas mulheres no Parque do Povo, em Campina Grande

Um caso de agressão contra duas mulheres no Parque do Povo, em Campina Grande, local onde acontece as festas de São João da cidade,...

Governo estuda rever programas sociais e previdência militar para conter gastos

Em discussão interna na equipe econômica, a “ampla, geral e irrestrita” revisão de gastos públicos deve ser analisada posteriormente pelo presidente Luiz Inácio Lula...
spot_img
spot_img
spot_img
Campina Grande
nuvens dispersas
20.9 ° C
20.9 °
20.9 °
100 %
4.1kmh
40 %
sex
24 °
sáb
26 °
dom
23 °
seg
26 °
ter
19 °