VOCÊ BEM-INFORMADO SEMPRE!

18.9 C
Campina Grande

VOCÊ BEM-INFORMADO SEMPRE!

Em sessão polêmica, CMCG aprova reajuste salarial de servidores e PCCR’s

Durante sessão polêmica nesta quinta-feira (30), a Câmara Municipal de Campina Grande aprovou  o projeto de lei, enviado pelo Poder Executivo, que concede reajuste geral de 2% sobre o vencimento básico dos servidores públicos da prefeitura que ganham acima do salário mínimo e 4,7% para os professores aposentados, a partir de maio de 2019.  Também foram aprovados os PCCRs (Planos de Cargos, Carreira e Remuneração) dos agentes comunitários de saúde, os agentes de combates às endemias e os agentes de trânsito. No esforço concentrado, mais de 100 projetos foram aprovados na sessão presidida por Ivonete Ludgério (PSD).

A bancada de oposição apresentou uma emenda, defendida pelos vereadores Anderson Maia (PSB) e Olímpio Oliveira (MDB), retroagindo o reajuste dos professores aposentados para janeiro deste ano. Por 14 votos a seis, a emenda foi reprovada.

PCCRs 

Para os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE), foi aprovado , com efeito retroativo a 1º de maio deste ano, que as categorias passem a ter por piso salarial o valor de R$ 1.250,00;  de R$ 1.400,00 em 1º de maio de 2020 e de R$ 1.550,00, em 1º de maio de 2021.Pela atual proposta de PCCR, a partir de 2022, o piso passa a sofrer majoração anual.

A oposição apresentou emenda, retroagindo a implementação do piso dos agentes a janeiro de 2019. Por maioria, foi rejeitada. Outra emenda retroagia a janeiro os reajustes de 2020 e 2021, mas também foi derrotada.

O presidente do Sintab, Giovanni Freire, criticou a rejeição das emendas e a política salarial do governo municipal. O sindicalista, inclusive, almoçou com os servidores da saúde e professores aposentados nas galerias da Câmara, durante a votação.

STTP

Em relação aos agentes de trânsito, a proposta foi aprovada por unanimidade. O projeto garante a revogação na concessão da Gratificação de Incentivo à Educação de Trânsito (GIET), que era concedida a servidores do quadro permanente da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), em efetivo exercício, como parte da implentação da terceira etapa do PCCR dos agentes. Na prática, a categoria sai de um piso de R$ 1.257,70 para R$ 2.364,39, com efeito retroativo a 1º de maio deste ano.

Romero destaca valorização

Em sua exposição de motivos na apresentação dos projetos, o prefeito Romero Rodrigues destacou o esforço da gestão municipal de manter a cada ano um processo positivo de tratamento da questão salarial dos servidores dentro das possibilidades da administração pública, sem que invialize o cumprimento das medidas.

PARAÍBA TODO DIA

Últimas Notícias

Polícia Militar prende homem por tráfico de drogas, em Campina Grande

Um homem foi preso em flagrante por policiais do BPCHOQUE que realizavam patrulhamento no bairro do Jeremias, em Campina Grande, na noite desta terça-feira...

Criança desaparecida é encontrada pela família, em Campina Grande

A menina Júlia, de 11 anos, que desapareceu desde a tarde desta terça-feira (11), quando voltava da escola, foi encontrada e já está com...
spot_img
spot_img
spot_img
Campina Grande
nuvens quebradas
18.9 ° C
18.9 °
18.9 °
94 %
1.5kmh
75 %
seg
27 °
ter
24 °
qua
23 °
qui
25 °
sex
25 °